Blog do Julio

Hacks, tutoriais e dicas

Fontes E Input Em Japonês

| Comments

Pouca gente sabe, mas por volta de 2003 e 2004 eu fiz um curso de japonês. Infelizmente, quase uma década sem contato com a língua me fez esquecer a maior parte do que eu aprendi. Agora eu só consigo reconhecer algumas palavras bem básicas, escritas em Hiragana ou Katakana.

Hoje eu resolvi matar a saudade da linguagem, mas antes precisava preparar meu computador. Este post é para explicar como exibir e digitar caracteres japoneses no GNU/Linux (mais especificamente no Arch Linux).

Fontes

Seu computador precisa de fontes apropriadas para poder exibir caracteres em Kanji, Hiragana e Katakana.

Algumas fontes estão disponíveis no repositório do Arch e no AUR, mas você também pode instalar fontes encontradas na internet. No final deste post eu coloquei links para algumas fontes gratuitas.

Pacotes no repositório:

julio@acer ~> sudo pacman -S ttf-sazanami ttf-hanazono

Pacotes no AUR:

julio@acer ~> for f in {otf-ipafont,ttf-vlgothic,ttf-mplus,ttf-ipa-mona,ttf-monapo}; do packer $f; done

Pronto! Abra algum site em japonês para testar suas novas fontes.

Input

Se você não escreve muita coisa, provavelmente um conversor online de Romaji (caracteres latinos) para japonês já é suficiente, caso contrário será preciso instalar pacotes específicos.

Os três mais comuns são: IBus, uim e SCIM. Eu testei o IBus e o SCIM, porém só detalharei a explicação do IBus, que é o que eu achei melhor.

IBus

Instale o ibus e o ibus-anthy do repositório oficial:

julio@acer ~> sudo pacman -S ibus ibus-qt ibus-anthy

O ibus-qt é para fazer o ibus funcionar com programas em Qt/KDE.

Rode ibus-setup:

julio@acer ~> ibus-setup

Aparecerá uma janela pedindo para ativar o daemon do ibus e outra para configurá-lo. Em uma das janelas aparece o seguinte texto:

IBus has been started! If you cannot use IBus, please add below lines in $HOME/.bashrc, and relogin your desktop.
  export GTK_IM_MODULE=ibus
  export XMODIFIERS=@im=ibus
  export QT_IM_MODULE=ibus

Eu pulei esta etapa, pois sabia que não ia funcionar aqui (uso ZSH e Awesome). Em vez disso eu simplesmente rodo ibus-daemon -drx quando quero usar o IBus. Você pode colocar essa linha no ~/.xinitrc para fazer o IBus iniciar junto com o X.

A configuração é bem intuitiva. Basta adicionar os layouts de teclado que você usa, para poder alternar entre eles com o atalho ctrl + space.

Links:

Comments